21 novembro, 2014

PARIS

Esta foi sem duvida a cidade que mais me surpreendeu pela positiva, porque se tratava de uma cidade que não fazia parte dos meus planos de viagem. Não sabendo muito bem explicar o porque, não imaginava nada que me pudesse chamar atenção, e desculpem a minha ignorância, pensava em Paris, e nada me fascinava para partir á descoberta, mas agora confesso que estava redondamente enganado.




Para chegarem até Paris, pela via aérea, são vários os pontos de chegada, mas talvez os melhores de ponderação será Paris Orly que fica a 18 Km'sdo centro de paris, podem optar também por Paris Charles de Gaulle que fica a 35 Km's, ou então por fim Aeroporto de Paris Beauvais que fica a 88 Km's mas que também tem os autocarros para fazer o transfere para o centro de Paris.

No que diz respeito a alojamento e se estás a fazer a fazer as contas ao dinheiro que tens e ao que realmente podes gastar, tens que fazer uma meticulosa pesquisa, pois Paris não é das cidade mais económicas para se visitar. Assim vou deixar aqui o Hotel onde estive alojado, Timhotel Tour Eiffel, posso desde já dizer que não um hotel 5 estrelas mas a verdade é que para o que realmente eu procuro (uma boa cama, casa de banho limpa e cuidada e um bom pequeno almoço) este hotel foi TOP e para mim foi 5 estrelas em tudo, no staff, no alojamento, na localização e no pequeno almoço.





Um vez em Paris, só tens que começar a explorar o que por muitos já fora explorado e todos chegam com a mesma conclusão, Paris é a cidade dos sonhos.

Por uma questão de orientação na cidade recomendo-te a comprar um pequeno guia que inclua um mapa minimamente detalhado com os nomes da ruas, pois como há muita coisa para visitar isso vai ajudar-te a não perder muito tempo para chegares a onde queres ir realmente. Recomendo-te também a comprar um Passe Turístico tendo que optar entre o The Paris Pass, Paris Museum Pass (este não inclui os transportes públicos) ou Paris City Pass.



Na experiencia que tive em Paris optei por o Paris City Pass, pois apesar de não ser o mais económico, já inclui um passeio de barco por o Rio Sena, Viagem de 1 dia nos autocarros turísticos, transporte públicos e as entradas nos respetivos museus, tendo apenas como contratempo o facto de se destinar apenas aos museus nacionais o que de certa forma é o que realmente importa. Para todos eles a entrada na Torre Eiffel é paga á parte.

Agora que já tens o passe na mão, não percas mais tempo, pois vais ver que todo o tempo que tens é pouco, á quantidade de coisas que tens para visitar já para não falar na filas que vais ter de aguentar.


Principais Atrações de que não podes perder:


Como o próprio nome indica é uma torre, toda em ferro, construída no séc. XIX, com uma altura de 301 metros. Aqui tens duas opções de visita, ir por elevador, ou optar por subir pelas escadas até ao segundo piso, tendo pela frente 704 degraus. Sei que talvez possa parecer cansativo, mas o que vais conseguir ver indo por as escadas apaga qualquer cansaço, principalmente se optares como eu de o fazer ao final da tarde, apanhando o melhor dos dois "quadros", o Por do Sol e após a chegada ao topo ter uma vista noturna sobre a cidade.




O Museu do Louvre, instalado no Palácio do Louvre, em Paris, é um dos maiores e mais famosos museus do mundo, onde se encontra exposto um dos quadros mais famosos do mundo, a Mona Lisa também conhecida como A Gioconda ou ainda Mona Lisa del Giocondo sendo a mais notável e conhecida obra de Leonardo da Vinci, por isso para que consigas ver "tudo" ou quase tudo que o museu dispõe convem ir bastante cedo pois serás capaz de só aqui gastar a manha toda. Neste museu é o famoso sitio onde todos os turistas tiram a celebre foto onde numa ilusão de ótica parecem estar a tocar com o dedo no topo das pirâmides em vidro que se encontram na entrada do museu.



É uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico. Iniciada sua construção no ano de 1163, é dedicada a Maria, Mãe de Jesus Cristo (daí o nome Notre-Dame – Nossa Senhora), situa-se na praça Parvis, na pequena ilha Île de la Cité em Paris, França, rodeada pelas águas do Rio Sena.
Este um dos sítios onde convém vir bastante cedo pois a fila para subir á cobertura é daquelas que se pode estar horas á espera.






4. Père Lachaise Cemetery



O Cemitério do Père-Lachaise é o maior cemitério de Paris e um dos mais famosos do mundo. Pode parecer um pouco estranho estar a incluir isto como uma atração turística mas depois de lá entrares vais perceber o porquê e vais ficar com a mesma opinião. pela quantidade de pessoas famosas que lá foram sepultadas, tais como Jim Morrison, Jean de La Fontain entre outros, e para não falar nas esculturas que eles fazem de cada sepultura. Para os amantes da fotografia é um dos sítios ideais para fotografar.




5. Basílica de Sacré Coeur



A basílica do Sagrado Coração é um templo da Igreja Católica Romana em Paris, sendo, também, o símbolo do bairro de Monte Martre. A basílica está localizada no topo do monte Martre, o ponto mais alto da cidade.
Aqui talvez possas aptar por uma visita ao final do dia, pois para alem da visita, vais poder admirar toda uma vista pela cidade, e nas escadas em frente á basílica senta um bocado a apreciar essa mesma vista bem como os espetáculos dos animadores de rua. Eu achei este sitio com um poder inexplicável, pois enquanto apreciava os artistas de rua, fui dar comigo a meditar sobre tudo o que vi na cidade, sobre a minha vida, quase uma introspetiva sobre tudo que me rodeava, e só estou de facto a dar relevância a esta informação pois tal como eu outras pessoas sentiram exatamente o mesmo que eu neste mesmo lugar, sem saber explicar o porque de acontecer.
Sem duvida um lugar que não podes deixar de lado.




6. Champs Élysées 
Esta avenida é das mais prestigiadas de Paris e se possa afirmar o mesmo relativamente a todo o Pais. Os Champs Élysés faz a Ligação entre o famoso Arco do Triunfo e o Obelisco de Luxor ou Luxor Obelisk, um milenar obelisco egípcio colocado no centro da Praça da Concórdia.  
Em França esta avenida é conhecida por a "Avenida mais bela do Mundo", não só pelo facto da sua real beleza, mas também por todo o seu Glamour e Estravagancia, desde os seus cinemas, cafés/restaurantes, lojas luxuosas e até mesmo as árvores que delimitam a avenida tratando-se de Castanheiros da Índia.
 
 7. Arco do Triunfo 
O Arco do Triunfo tal como referi anteriormente fica situado numa das extremidades da avenida dos Champs Élysées, tendo sido construido em comemoração ás vitorias de Napoleão Bonaparte. Este monumento contem gravado os nomes das 128 batalhas e de 558 Generais, tendo na sua base o Túmulo do Soldado Desconhecido. 
Aqui podes subir ao seu topo conseguindo uma vista sobre todas as artérias que fazem ligação ao Arco do Triunfo, fazendo esquecer um pouco a "confusão" da imensidão das mesmas artérias, estando todas elas desenhadas paralelamente quase como se de um desenho se trata-se.

O Panteão foi mandado construir por o monarca Luís XV no ano de 1764, o qual após recuperar de uma grave doença que tivera contraído, ordenou que a conclusão da basílica fosse em tributo á Santa Genoveva, a padroeira de Paris. Hoje serve também como ultima homenagem ás mais diversas individualidade sendo estas lá sepultadas. Podemos assim  aqui entrar das maiores referências Politicas, Literárias, Filosóficas, Artísticas entre outras. Nomeadamente Alexandre Dumas, Jean Monnet, Voltaire, etc.


9. Moulin Rouge

O Moulin Rouge é dos cabarés tradicionais mais antigos e consequentemente mais famosos. Situa-se na zona de Pigalle perto de Monmartre. Famoso também por o seu moinho vermelho situado no terraço do seu edifício. O Moulin Rouge continua a oferecer na actualidade uma grande variedade de espectáculos para todos aqueles que querem evocar o ambiente boémio, no entanto não é das atracções mais acessíveis financeiramente, mas a verdade é que felizmente para o visitar exteriormente e gravar o momento com algumas fotos ainda não é cobrado qualquer valor.
  
Esta foi a primeira companhia de ópera de Paris, tendo sido a sua construção uma das obras primas da construção do seu tempo, tendo capacidade para 1979 espectadores sentados.
 Estes foram os mais emblematicos pontos turísticos que visitei em Paris, no entanto existem tantos outros que não foram referenciados e também eles com o seu encanto, que obrigatoriamente vais conseguir cruzar-te com eles e vais dar uma espreitadela, mas que se não os visitares não te vais sentir incompleto por ter estado em Paris e não teres conseguido visitar.

Provavelmente deves de estar a pensar no facto de não ter falado nada a respeito á Disneyland Paris, mas existe um motivo para isso, pois se tens um estadia curta para visitar Paris, tens que optar e definir prioridades, e como para visitar a Disneyland precisas sensivelmente de 1 a 2 dias completos, optei por deixar para uma próxima um visita exclusiva na Disneyland e assim aproveitar ao máximo para desta vez ficar a conhecer a cidade.
 
Espero com isto ter sido util para te proporcionar a oportunidade de conhecer os encantos de Paris, para mim a Cidade dos Sonhos, onde a paixão se transforma em amor, a comida se transforma em gastronomia, e o sonho se transforma em realidade. 

Agora tu, aproveita a vida sonhando em viajar e viajando para te libertar

20 novembro, 2014

Eu sou um "VIAJODEPENDENTE"

Uma vez disseram-me, "viajar não é uma necessidade, mas sim um vicio" e hoje digo que estou completamente viciado e dependente de viajar...
Sou apaixonado por viajar, e ao contrario das pessoas que me rodeiam já mais procuro locais em que a atração principal seja a Praia, pois acredito que existam realmente Praias Paradisíacas com vistas impossíveis de imaginar mas para mim não deixa de ser só água, areia e sol, características que em alguns lados melhor em outros pior não deixamos de ter no nosso querido Portugal.

Tudo começou por um mero acaso no inicio do ano de 2013, como forma de canalizar as poupanças para algo que me satisfizesse realmente. E que em mais uma mera pesquisava de curiosidade aos preços das viagens na Logitravel encontrei uma promoção de fim de semana irrecusável, e marquei uma viagem para a Madeira.
Posteriormente a esta foi só uma questão de tempo. Tendo passado 2 meses apenas e já estava a visitar a Suíça, e que a quando desse fim de semana na Suíça, já tinha comprado uma viagem para um fim de semana em Madrid passado um mês.
Após Madrid  e passado 2 meses voltei a viajar, desta vez fui visitar Barcelona. Após esta fiz uma pequena pausa e só voltei a viajara 4 messes depois indo desta vez visitar Roma e logicamente o Vaticano. com isto ficaram concluídas as viagens de 2013.
Em 2014 regressei ás minha aventuras tendo começado por Londres e alguns meses depois Amesterdão e Bruxelas, mais uma pequena pausa e executei a minha maior estravagância em viagens e fui visitar a Cidade que não Dorme, New York e para finalizar o ano vou partir amanha para Paris.
Viagens de Sonho:
(Algumas já realizadas outras ainda para realizar)
  •  Roma, Itália;
  •  Nova York, USA;
  •  Havana, Cuba;
  •  Moscovo, Rússia;
  •  Las Vegas, USA;
  •  Hong-Kong, China;
  •  Vietnam (Camboja, Hanói);
  •  Cairo, Egipto;
  •  Panamá;
  •  Nova Deli, India;
  •  Tibete;
Aproveita a vida sonhando em viajar e viajando para te libertar

12 maio, 2014

Amesterdão

Se achas que Amesterdão só tem Coffee Shops e Prostituição exposta em vitrines, estás redondamente enganado, isso de facto é marcante na cidade mas não deixa de ser apenas extensões de diversão para juntar a uma historia impar que se exalta por toda a cidade.

 
Limpa os cartões de memória da máquina fotográfica e faz ´ginástica ao dedo para disparar fotos para todo o lado.
 
Viagem:
 
Aqui podes sempre ter duas opções:
 
 - Ryanair escolhendo como Aeroporto de chegada o Eindhoven Airport, e assim apanhar o autocarro com a Terravision para o centro de Amesterdão.
 
- Transávia escolhendo como Aeroporto de chegada o Schiphol Airport, e aí apanhar o comboio para Amsterdam Centraal (bastante prático e simples).



Independentemente, do Hotel que escolhas não te admires com o numero de degraus que vais ter que subir e até mesmo com a sua forma arquitetónica (inclinação muito acentuada).
 
Agora que estás pronto para iniciar a tua visita nada como comprar o bilhete turístico "The I amsterdam City Card" pois garantidamente vais sair beneficiado, pois para alem das entradas livres em grande parte das atrações turísticas ainda inclui o bilhete para os transporte públicos e uma viagem de barco pelos canis da cidade.



Com o The I amsterdam City Card vais ter desconto na entrada do Heineken Experience, um local imprescindível de visita mesmo para quem não gosta de cerveja.


Bem como imprescindível também é a degustação de um chá de menta ou hortelã acompanhado por uma tarde de maçã  na Winkel 43.
Para os mais extrovertidos e de costumes mais "excêntricos" apesar de encontrarem uma panóplia de coffee shops não podem deixar de conhecer o "The Bulldog Amsterdam" dos coffe shops mais famosos de Amesterdão e também dos mais antigos situado na rua, Oudezijds Voorburgwal 90, 1012 Amsterdã, Países Baixos (Red Light District).
 
A Famosa Red Light Distrit, que na minha perspetiva podemos chama de local de culto para a prostituição, porque aqui, a prostituição é considerada uma profissão e portanto é legalizada não só em Amesterdão, mas em toda a Holanda. Entrando assim um infindável numero de "montras de prostituição" bem como Sex Shops com artefactos para todos os gostos e feitios.
 
 
Locais Imprescindíveis de Visita:
Aproveita a vida sonhando em viajar e viajando para te libertar

24 março, 2014

LONDRES

Existem todas as razões e mais algumas para visitar Londres, pois aqui apesar de se tratar de uma cidade com um estilo próprio que muito bem conserva as suas tradições, ao mesmo tempo deparámo-nos com um povo muito vanguardista. Mas se esta não era a perspetiva que tinha sobre Londres, vai poder constatar tudo isso quando chegar. Só para poderes ter um pouco noção disso, posso dar-te o exemplo de que enquanto a Rainha descansa no seu Palácio e bebe o seu chá ao longo do dia (aspeto conservadorismo) grande parte da população trabalhadora após o fim do dia de trabalho têm por habito frequentar os pubs e caminhar na rua a beber a sua cerveja acompanhada por um cigarro (aspeto de liberalismo).
Também aqui te posso aconselhar o passe turístico, porque apesar de tal como em outras cidades, este está repleto de vantagens para quem quer de facto visitar a cidade na integra. E como não estamos a falar de uma cidade que seja extremamente acessível economicamente, com esse passe turístico adquirido já só terás custos com as refeições e pouco mais (excentricidades de cada pessoa).
 Se optaste por adquirir o passe turístico, fizeste uma ótima escolha agora já só tens que pesquisar no teu mapa e guia turístico por onde queres começar. Para poderes tornar as coisas bastante mais simples aconselho-te  a começar mesmo pela Tower of London onde vão poder ver algumas das joias da Coroa, sendo parte da Coleção Real entre outros fascínios da historia. Logo ao lado têm a The Tower Brige, emblemática e esplendida ponte de Londres que figura em grande parte dos postais turísticos que conhecemos. Ao atravessarem a ponte vão poder admirar a beleza de Londres pelas Margens do Rio Tamisa (apesar do Rio não ter a cor a que mais estamos habituados). Outra das coisas que aconselho vivamente a experimentar e conhecer é o Borough Market (Southwark). Aqui fiz a uma das minhas refeições da hora de almoço e digo-vos que apesar de me terem servido a comida num recipiente de plástico (tupperware) e não ter tido mesa para me sentar e comer sentado na beira de um passeio, como muitas outras pessoas, foi sem duvida uma das experiencias que ficou marcada nesta minha viagem, pois foi um momento em que me senti parte do povo Londrino, fazendo o que para eles já é mais que um habito, o que para eles já faz parte da sua cultura, isto já para não falar na qualidade que a refeição tinha que era muito boa. 
Logo aqui próximo têm o The Clink Prison, e ao lado caminhando pela margem vão chegar ao Tate Modern, em que normalmente a entrada é livre com excepção se tiver um exposição que os obrigue a mudar os procedimentos habituais. Agora partam na experiencia de conhecer o metro mais antigo do mundo e atenção aí talvez seja boa ideia comprarem o bilhete diário e irem terminar o dia a Notting Hill pois ainda tem alguma coisa para ver e também se torna muito interessante pelas "feiras" diárias que fazem na rua e que se estiveres bem atento vais sempre encontrar alguma coisa que te vai despertar a atenção.
Para passarem um bom bocado da noite Londrina, nada como um passeio a pé passando por a zona do Chinatown até ao Piccadilly Circus, onde vão poder admirar a cidade iluminada por a forte influencia e intensidade das campanhas publicitárias luminosas, dar uma volta no famoso London Eye, onde vais poder admirar Londres de uma altura de 135 metros ou então um pequeno cruzeiro por o Rio Tamisa, que já está incluído no passe turístico se optaste por o comprar e depois claro não podíamos deixar de ir beber alguma coisa aos tão falados e famosos Pubs de Londres, como Princess Louise Pub, ou Ye Olde Cheshire Cheese, outrora frequentado por personagens como Mark Twain, Charles Dickens e Voltaire, segundo reza a historia.
Uma das atenções que devem ter ao chegar a Londres é quando calham os dias da troca dos Guardas Reais podendo AQUI confirmar essas datas atualizadas. Depois de confirmarem a data não sejam tipicamente portugueses em que se guardam sempre para a ultima da hora, e sejam madrugadores e esteja um ou duas horas antes de começar o "espetáculo" pois caso contrario não terão de todo a melhor vista sobre toda a magnificência da troca dos guardas e do "desfile". Posteriormente a isso não se esqueçam de visitar então o Big Ben, o Westminster Abbey, Buckingham Palace, e o Hyde Park. 
Posto isto, acho que me não estou a esquecer assim de nada. Se estás a pensar no Hard Rock Caffé, esse sem duvida foi uma das minhas desilusões em Londres. Agora se tiveres oportunidade e tempo disponível ainda o que devias experimentar mesmo era assistir a um Musical pois apesar de ser um pouco dispendioso estás no sitio indicado para o fazer.



Informações Relevantes:

Site do Metro com tarifas, mapa das estações e informações de utilização;

Transfere dos Aeroportos de Londres para o Centro da Cidade e Vice-versa;  

Espero que tenha sido útil, e Boa Viagem.

Agora tu, aproveita a vida sonhando em viajar e viajando para te libertar